segunda-feira, 28 de janeiro de 2008

PERANTE OS DOENTES

PERANTE OS DOENTES

Criar em torno dos doentes uma atmosfera de positiva confiança, através de preces,
vibrações e palavras de carinho, fortaleza e bom ânimo.
O trabalho de recuperação do corpo fundamenta-se na reabilitação do Espírito.
Mesmo quando sejam ligados estreitamente ao coração, não se deixar abater à face
dos enfermos, mas sim apresentar-lhes elevação de sentimento e fé, fugindo a
exclamações de pena ou tristeza.
O desespero é fogo invisível.
Discorrer sempre que necessário sobre o papel relevante da dor em nosso caminho,
sem quaisquer lamentações infelizes.
A resignação nasce da confiança.
Em nenhuma circunstância, garantir a cura ou marcar o prazo para o
restabelecimento completo dos doentes, em particular dos obsidiados, sob pena de cair em
leviandade.
Antes de tudo vige a Vontade Sábia do Pai Excelso.
Dar atenção e carinho aos corações angustiados e sofredores, sem falar ou agir de
modo a humilhá-los em suas posições e convicções, buscando atender-lhes às
necessidades físicas e morais dentro dos recursos ao nosso alcance.
A melhoria eficaz das almas deita raízes na solidariedade perfeita.
Procurar com alegria, ao serviço da própria regeneração, o convívio prolongado com
parentes ou companheiros atacados pela invalidez, pelo desequilíbrio ou pelas
enfermidades pertinazes.
O antídoto do mal é a perseverança no bem.
“Em verdade vos digo que, quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim
mesmo o fizestes.” — Jesus. (MATEUS, 25:40.)

3 comentários:

Nathali disse...

Amei o texto!

Lindo!
BEIJOS
FICA COM DEUS PAIZINHO

Graziella disse...

Meus irmaos, Estou com dificuldades, estou trabalhando em um lugar onde as pessoas sao muito ricas e so pensam no material! tem uma energia dificil, mas suportavel. no entanto o irmao que me acolheu primeiramente, disse que o melhor a fazer é sair dessa casa, mas eu sinto, dentro de meu coraçao que preciso ficar mais um pouco nessa casa onde estou trabalahndo. Ta dificil, pois um diz que tenho que sair para nao fazer uma ma escolha e do outro lado devo ficar, estou perdida, sem saber o que fazer!!

bjs à todos

graziella

Izabel Alves disse...

Lendo a mensagem,PERANTE OS DOENTES chorei,pois me veio a mente tantos adjetivos que ouvi por pessoas que não compreendem nosso sofrimento.Mas como dizemos passado é passado, Hoje eu os compreendo, meus irmãos vamos por em prática essa mensagem,sem olhar a quem, pois isso é "caridade" bjs.